O conformismo é um mau parasitário

Posted on setembro 19, 2010

1



 

Queridos amigos e leitores,

Digo que pensei bastante antes de escrever este post no blog, com um certo receio de desvirtuar o tema do mesmo, que como todos sabem é um olhar sob a Humanidade inspirado no livro Admirável Mundo Novo. Mas então percebi que ele pode se encaixar perfeitamente na tag de Novos Paradigmas como um alerta!

“Cada povo tem o governo que merece”. Joseph-Marie de Maistre (1753-1821). No fundo, a expressão não critica os maus governos, mas sim aos responsáveis pela eleição de seus representantes.

Hoje abro o jornal de manhã aqui em Belo Horizonte, e a manchete é: “Interesse de Jovens por política tornar-se cada vez menor.” Parei para refletir.

O grande problema é achar que a negação a política, é um ato que nos torna imunes ao seu resultado. Como se a partir da negação nosso futuro estivesse a mercê somente de nossas escolhas individuais. Bullshit. O contrário de uma pessoa anti-política, não é uma pessoa militante e filiada a algum partido,mas sim alguém que entende o que é cidadania.

Um exemplo dessa cegueira brasileira.
Em São Paulo, o palhaço Titirica é apontado pelas pesquisas como um dos possíveis eleitos para a Câmara Federal e mais, podendo ser o Deputado Federal mais votado do Estado de São Paulo. Ai pergunto quais são os princípios que ele defende? A propaganda é legal né? Engraçada, divertida. Arrisco me a dizer que a maioria talvez votará no “abestado” como ele mesmo se auto intitula, como um voto de protesto contra o sistema. Doce engano!

“O Brasil possui uma falsa democracia. Menos de 10% dos deputados são eleitos pelo voto direto. Mais de 90% é eleito pelo voto de legenda. O povo brasileiro está levando uma rasteira a muito tempo.” Augusto Branco.

Graças ao efeito Tiririca que puxará votos para seu partido PR(22) deputados como Waldemar Costa Neto, apontado como um mensaleiro e que pediu renuncia do cargo de deputado na época para fugir da cassação, serão reeleitos dentre outros mais. Pergunto, quem então é o abestado?

Enquanto cidadania for interpretada apenas como voto em dia de eleição e patriotismo como hino nacional em dia de jogo da seleção brasileira, o saque ao Brasil passará de financeiro ao direito individual de cada um. A corrupção e sucessão de escândalos continuará. A primeira reforma, tem que ser a mental e pessoal e essa podemos fazer agora! Sugiro que para isso, comecemos amando ao próximo,pois só dessa forma chancelaremos dentro de nós o senso de justiça. Pense nisso.

Video: Hoje o que eu mais queria era uma Revolução que desse mais valor a vida dos seres humanos.
Texto:Pablo Carvalho

Anúncios
Posted in: Novos Paradigmas